terça-feira, 7 de agosto de 2012

O Impulsionador da Paróquia Civil de Quarteira


O Impulsionador da Paróquia Civil de Quarteira


José Maria de Pádua nasceu em Olhão a 8 de Fevereiro de 1873. O seu pai, médico olhanense do mesmo nome, que se notabilizou igualmente como músico, foi uma figura de elevada proeminência no seu tempo e na sua terra natal.  José Maria de Pádua (filho), seguindo as pegadas do seu pai, completa a sua formação em medicina pela Escola Médico-Cirúgica de Lisboa,  vem a estagiar nas principais clínicas de França, Suíça e Alemanha, na especialidade de doenças cardíacas, pulmonares e em electroterapia. Abre o seu consultório em Lisboa, que lhe permite gozar de uma vasta reputação, sendo considerado um dos médicos mais competentes do seu tempo.
Desde muito novo demonstra ser um fervilhante defensor dos ideais Liberais, levando-o a se filiar no Partido Republicano Português, tornando-se um dos mais dinâmicos propagandistas da República no Algarve. 



Dr. José Maria de Pádua (1873-1924) 

Nas eleições legislativas de 1910, dois meses antes da implantação da República o Dr.Pádua foi o candidato a deputado que arrecadou maior número de votos  no Algarve.
            Em 1911 é eleito deputado às Constituintes, pelo círculo de Silves e alcança o cargo de senador ainda na mesma legislatura. Destacou-se, igualmente enquanto pianista e compositor musical, tendo fundado em 1895, com Ilídio Amado, a primeira Tuna Académica de Lisboa. O médico, músico e político, Dr. José Maria de Pádua morre em Lisboa a 17 de Janeiro de 1924, enquanto testemunho de grande Olhanense, Algarvio e Português. 

            Nos anais da História da Freguesia fica patente o seu esforço na criação da Paróquia Civil de Quarteira, através da proposta feita em 18 de Fevereiro de 1914, passamos a citar: 

" O Sr. José de Pádua Mando para a mesa um projecto, e para o justificar tenho que prestar alguns esclarecimentos ao Senado. Existe no Concelho de Loulé uma povoação denominada Quarteira, com mais de mil habitantes, e que está a 19 quilómetros daquela vila. Ora, o que deseja esta povoação é uma paróquia civil. Não venho pedir um Concelho, notem bem V.Exas, mas tam somente a criação de uma paróquia civil em Quarteira. E como esta justa petição não traz encargos para o Estado, porquanto as autoridades que exercem essas funções nada recebem, quere-me parecer que deve ser atendida. Mando para a mesa o projecto."

            Com efeito, a Freguesia de Quarteira seria criada em 25 de Janeiro de 1916, tendo-se assistido à instalação da Assembleia de Freguesia e respectiva Junta, dois anos depois em 1918. Por infortúnio, Dr. José Maria de Pádua é um nome que caiu no esquecimento da memória colectiva das gentes de Quarteira e, encontra na edição deste jornal um reavivar ou até mais do que isso, uma homenagem, que não lhe fazendo justeza, alivia um pouco a nossa vergonha em termos deixado cair no esquecimento esta notável figura que foi fundamental para a criação da nossa freguesia e identidade enquanto Quarteirenses.














João Carlos Santos

Licenciado em Património Cultural